2020: um ano de superação



Um ano duro. Das perdas irreparáveis aos desafios inesperados. Uma amostra de que é preciso mais coragem, mais equilíbrio e mais empatia nos embates diários que nos atropelam sem pedir licença.

A pandemia exigiu planejamento e convicção no enfrentamento de um vírus cuja potencialidade lesiva ninguém sabia até onde iria – talvez até hoje não se saiba ao certo. E isso cobra um preço, que pode ser alto ou baixo, a depender dos caminhos escolhidos.

Mas 2020 também foi ano de notícias boas, e é sobre isso que quero me manifestar hoje, dando continuidade à prestação de contas que deve acompanhar todo aquele que escolhe passar pela vida pública.

Na parte da infraestrutura, pudemos observar um grande avanço na duplicação da BR-116, atingindo a marca de 120 dos 211 quilômetros que separam Pelotas de Guaíba. Em maio deste ano, já sob novos hábitos da pandemia, realizamos o “Deputado Convida – 4ª edição”, de forma virtual, em que o Ministro Tarcísio de Freitas já acenava com uma grande entrega ao final deste 2020, o que de fato se concretizou. Comprometimento que testemunhamos de perto a cada contato, sempre cobrando a continuidade, reforçando a importância, destinando recursos para acelerar e terminar de vez a obra, prioritária para o Governo Federal (junto com o contorno de Pelotas), depois de muito descaso e de muitas idas e vindas que mais desacreditavam do que esperançavam. Mas enfim, a mobilização de todos conseguiu a sensibilização necessária para fazer andar a obra, agora mais do que nunca com pé no acelerador e sem risco ou medo de qualquer pisada no freio. A conclusão da duplicação da BR-116 é prevista para o final de 2021, enquanto o contorno de Pelotas tem conclusão anunciada para o primeiro semestre do próximo ano.

Dentro desse mesmo tema, obtivemos a manutenção dos preços do pedágio no Polo Pelotas, dando sequência a um movimento plural que prega “reduzir para crescer”, e que passa a contar com o TCU como aliado. De fato, se ainda está sob análise no próprio TCU a questão da auditoria nessas praças de pedágio, que aponta inúmeras incongruências nos aumentos incorporados em anos passados, não há razão para existirem novos aumentos. Continuaremos vigilantes. O desenvolvimento da região passa, também, por pedágios justos, que não assolem nem afugentem quem pretende e quer investir no nosso solo.

Ainda falando de infraestrutura, conseguimos dar o pontapé inicial em obras importantes em Pelotas. Vias de grande fluxo e históricas demandas começam a receber reparos e melhoramentos (Avenida 25 de julho, Estrada da Z-3, Avenida Zeferino Costa e Avenidas do Laranjal - Arthur Augusto Assumpção e Senador Joaquim Augusto Assumpção). Nosso mandato seguiu e seguirá fiel ao compromisso que assumimos desde o início: colaborar com a transformação da cidade. Em 2021, junto com a Prefeita Paula, seguiremos canalizando esforços para atender essa demanda reprimida.

Na saúde, colaborar com o enfrentamento da pandemia virou um mantra para todos. A nosso mandato, destravar recursos, destinar equipamentos de primeira necessidade, solicitar apoio financeiro a vários municípios da região e do Estado foi uma obstinação. Sabemos que o cobertor curto não permite êxito em tudo que desejamos; o que não admitimos, porém, é falta de esforço. Demandas locais, estaduais e nacionais pautaram nossa atuação e tiveram nossa atenção, prioritariamente.

Na pauta do combate aos privilégios, o corte na carne continuou. Grandes mudanças que queremos devem partir, primeiro, do que está ao nosso alcance. Terminamos este 2020 com mais de 80% de economia da cota parlamentar, dando mostra, mais uma vez, de que é possível fazer diferente; de que, sem dúvida, seria possível canalizar essa economia para o combate da Covid-19, o que sugerimos por projeto, mas que, infelizmente, não contou com a sensibilização necessária para concretizar esse gesto solidário entre os Poderes.

Mas é graças a isso – corte de privilégios –, e à convicção do que pode ser melhor para o país em votações em Plenário na Câmara dos Deputados, que tivemos o mandato reconhecido como o 15º mais bem avaliado do Congresso, entre 594 parlamentares (deputados e senadores). Aumenta a responsabilidade, é verdade, mas não gera conforto, e sim mais determinação. Há muito o que avançar na pauta antiprivilégios, e fazendo uma humilde contribuição individual – como a doação a projetos assistenciais das milhas aéreas decorrentes das viagens a trabalho, pelo segundo ano – dá a certeza de que o caminho não poderia ser outro. Repiso a mesma tecla sempre: dinheiro público não pode servir a abastecer regalias privadas e individuais da classe política.

Enfim, com a transparência de costume, ocupo este espaço. Permaneço à disposição para discutir temas, projetos, posicionamentos e votos; também para ouvir e refletir sobre opiniões contrárias, com a meta já estabelecida para 2021, de redobrado trabalho para proporcionar o que sempre enxerguei da política: instrumento de transformação da vida das pessoas.

Daniel Trzeciak

Deputado Federal

49 visualizações0 comentário
  • WhatsAPP
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Flickr

Receba as atualizações do nosso mandato

© Assessoria de Comunicação Deputado Federal Daniel Trzeciak