top of page

Deputado questiona ministra Ana Moser na Comissão do Esporte



Timemania, venda de bebidas nos estádios e apostas em jogos foram foco da conversa na Comissão do Esporte


Integrante da Comissão do Esporte da Câmara, o deputado federal Daniel Trzeciak (PSDB-RS) questionou nesta quarta-feira (29/03) a ministra do Esporte, Ana Moser, sobre quatro temas ligados à pasta: as prioridades de investimento; o acompanhamento das regras da Timemania; o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios e a regulamentação dos jogos de apostas no país. A ministra foi convidada a participar da reunião para falar dos planos de trabalho e programas do Ministério.


O deputado Daniel Trzeciak lembrou que o orçamento é sempre curto frente a todas as necessidades dos mais de cinco mil municípios, principalmente na área esportiva, que envolve práticas profissionais, amadoras e projetos sociais desenvolvidos por prefeituras e ONGs.


Também destacou a importância de sustentar as novas regras da loteria da Caixa, a Timemania, para que as injustiças do passado na distribuição dos recursos não voltem a acontecer.


Confira os destaques da conversa:


Daniel Trzeciak: Inclusão, investir no esporte, é prioridade. Mas quando a gente tem muita prioridade, não vai ter recurso para tudo. Eu sou do RS, são quase 500 municípios. Não tenho dúvidas de que precisa descentralizar. E tem muitos talentos escondidos no interior do país. Mas quando a gente tem muitas prioridades, repito, acaba faltando o foco. Qual é afinal a prioridade número um do Ministério?


Ministra: A prioridade um do Ministério é ampliar o número de praticantes de esporte, de atividade física, em todas as suas dimensões. O quanto vamos ampliar? Nós não temos noção nem de quantos são os praticantes. Mas vamos desenhar as bases para construir esse caminho. E as bases são o Sistema Nacional, o Plano Nacional, aprovado e implantado.


Daniel: No meu primeiro mandato trabalhei para corrigir uma injustiça da Timemania e conseguimos. Ao longo dos últimos anos 80 clubes participaram da loteria, só que por critérios abstratos. Era assim e nós conseguimos mudar. A pergunta é: o Ministério vai olhar para esses (novos) critérios? Porque tem que ser uma alteração frequente para acompanhar. A gente mudou as regras, mas ao longo desse governo e ao longo dos anos precisa seguir acompanhando.


Ministra: É preciso haver sempre um acompanhamento. São questões presentes na gestão do futebol brasileiro que sempre serão atualizadas com critérios técnicos, e a gente tem uma secretaria para isso (a Secretaria de Futebol), muita atenta. O Ministério e o Governo acompanham com a responsabilidade que nos cabe.


Daniel: Quero saber qual é a sua opinião, já que a senhora representa o Governo Federal, a respeito de bebidas alcoólicas (venda e consumo) nos estádios. Para que o torcedor brasileiro pare com essa confusão. Vai num estado, pode, no outro estado não pode.


Ministra: Eu, pessoalmente, não tenho opinião. Mas é uma questão sempre a ser debatida, discutida, com os setores envolvidos. Não temos nenhuma definição quanto a isso.


Daniel: Vi uma manifestação do ministro Haddad (Fernando Haddad, da Fazenda) a respeito da tributação das apostas esportivas (as chamadas bets). Hoje, todos esses sites, que patrocinam muitos clubes brasileiros, não estão hospedados no país. Agora tem uma manifestação do Governo de tributar esses sites. Quero saber qual a sua opinião sobre a taxação.


Ministra: Esse debate está acontecendo na Fazenda e na Justiça, nós estamos participando, mas não encabeçando, porque existem questões de integridade, de não perverter a questão esportiva.


***


Deixe suas sugestões para o mandado em nossas redes sociais: Facebook Instagram Twitter

YouTube

Mande uma mensagem para nosso WhatsApp: (53) 99945-9045

63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page