top of page
  • Pedidos constantes de calçamento/pavimentação de ruas.
    O mandato já destinou recursos para melhorar a infraestrutura de mais de 36 ruas/avenidas de Pelotas, em todos os bairros da cidade. As verbas são finitas frente à quantidade de pedidos. Há muito o que ser feito ainda, mas se avançou bastante em três anos e meio, com cerca de 15 quilômetros de pavimentação, algo que só foi possível porque voltamos a ter representação na Câmara dos Deputados. Por isso a importância de manter o mandato, para que os investimentos em mais ruas/avenidas continuem.
  • Críticas ao atendimento na saúde (PS lotado, postos sem médicos, hospitais com problemas)
    O mandato reconhece os problemas nessa área tão importante e sensível à população, por isso, desde 2019, já destinou mais de R$ 17 milhões em recursos à saúde, um valor histórico. Dinheiro investido em custeio, compra de equipamentos, melhoria na infraestrutura, beneficiando todos aqueles que precisam usar os serviços dos hospitais, das UBSs. Até mesmo a Faculdade de Odontologia da UFPel foi contemplada, para aumentar a capacidade de atendimento da população. O valor aplicado é recorde para um mandato.
  • Voto sobre a redução do ICMS dos combustíveis (fake news que diz que o deputado foi contrário)
    O deputado votou A FAVOR da redução do ICMS. Qualquer dúvida pode ser retirada no Portal da Transparência da Câmara: https://www.camara.leg.br/presenca-comissoes/votacao-portal?reuniao=64741&itemVotacao=10607 Confira ainda as outras votações: PLP 18/2022 Votação em 25/05 – Voto SIM para limitar a cobrança de ICMS sobre combustíveis, tornando-o bem essencial para fins tributários https://www.camara.leg.br/presenca-comissoes/votacao-portal?reuniao=65385&itemVotacao=10893 Votação em 15/06 – emendas do Senado – voto SIM aos ajustes do Senado https://www.camara.leg.br/presenca-comissoes/votacao-portal?reuniao=65783
  • Os políticos só aparecem a cada quatro anos para pedir voto, depois tu não vê mais.
    Quem faz esse tipo de comentário deve acompanhar mais de perto o mandato do deputado Daniel. É só olhar, desde 2019, as postagens nas redes sociais, as reportagens nos jornais, as entrevistas nas rádios e tevês para saber que sempre esteve acessível e junto da comunidade, uma de suas marcas, para prestar contas do seu trabalho com transparência.
  • Por que destinar recursos para a pavimentação de ruas, a cultura, o esporte, o lazer e outras áreas enquanto a saúde está ruim?
    Quando o mandato investe em outras áreas não está deixando de destinar recursos para a saúde porque a verba para essa área tem "fonte" própria, ou seja, só pode ser aplicada na saúde e não pode vir de outro destino que não o Ministério. É lei. E nenhum mandato até hoje investiu tanto nos hospitais e nas UBS de Pelotas. É histórico: foram mais de R$ 17 milhões em três anos e cinco de mandato.
  • A pista de skate no Parque Dom Antônio Zattera em Pelotas ficou boa, mas e os outros esportes por que não recebem incentivo?
    Na mesma praça também será entregue em breve uma quadra poliesportiva. Além disso, o mandato destinou R$ 100 mil para contemplar quatro projetos socioesportivos de Pelotas, que beneficiam diretamente milhares de pessoas, uma boa parte estudantes da rede pública: Remar para o Futuro, Quem Luta não Briga, Vida Ativa e Ballet da Dicléa. Ou seja, verba para potencializar dezenas de atividades esportivas oferecidas à população.
  • Político é tudo igual, cheio de privilégios e só aparece a cada quatro anos.
    Se político é tudo igual, por que o deputado Daniel doou o auxílio-mudança, renunciou à aposentadoria especial e repassou suas milhas aéreas às instituições sociais? E por que foi reconhecido em 2021 como o segundo melhor deputado federal do Brasil e o melhor parlamentar do Rio Grande do Sul pelo Ranking dos Políticos? Desde 2019, ainda, o deputado tem como marca estar constantemente presente em Pelotas e nos municípios da Zona Sul, para conversar com a população e prestar contas do mandato. Dizer que ele só aparece agora é não acompanhar de perto seu trabalho.
  • Como o deputado votou no projeto do Piso Nacional da Enfermagem?
    O deputado votou SIM pelos trabalhadores da saúde. Confere aí: https://www.facebook.com/DanielTrzeciak45/posts/pfbid02e9TpgJ8hvdrSx9YenswEdGmjAc34cN51FnK2Ka6qvGs8JAgRNCAs6cRp1T8yYmDzl
  • Aqui na minha rua é uma escuridão só e agora ainda pagamos Taxa de Iluminação.
    Ainda há muito para ser feito, mas a chegada da iluminação em LED se tornou realidade em vários bairros da cidade, conquista do mandato, que destinou recursos para levar um modelo mais econômico e eficiente à avenida Leopoldo Brod, Parque Dom Antônio Zattera, entorno dos hospitais, Colônia Z-3, Cohab Tablada, Umuharama, Vila da Balsa, Vila da Palha, Passarela do Simões Lopes, rua Santa Clara e Distrito Industrial. O LED representa mais segurança e qualidade de vida à população. E todo esse serviço foi executado sem custos à população, antes da entrada em vigor da Taxa de Iluminação.
  • Por que o Pelotas não entrou na Timemania e o Brasil foi beneficiado?
    Os novos critérios da Timemania, que levaram à inclusão de mais quatro clubes gaúchos na loteria da Caixa, entre eles o Brasil (Xavante), se tornaram mais justos e consideram aqueles times melhores rankeados junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A lista é formada pelos 20 integrantes das Séries A, B e C, mais os 20 melhores colocados no ranking nacional. Assim, periodicamente essa lista será revista e poderá mudar, contemplando outros clubes.
  • Fundo Eleitoral - Não caia em fake news, o deputado votou NÃO ao aumento do Fundo Eleitoral.
    Confira o posicionamento: https://www.facebook.com/DanielTrzeciak45/photos/2692829124112004
  • Reforma da Previdência
    O deputado sempre se manifestou a favor da Reforma da Previdência, o que não significa que concordou com tudo que constou nela. Defendeu fazer ajustes no projeto, por isso apresentou emendas para uma melhor justiça social. Mesmo antes de assumir o mandato defendia que o Brasil precisava (e ainda precisa) passar por reformas estruturantes. Em seu segundo mês de mandato abriu mão da Aposentadoria Especial para Deputados, o que significa que seguiu contribuindo para o INSS como qualquer cidadão. Conheça as emendas que defendeu na proposta da nova Previdência: https://www.facebook.com/DanielTrzeciak45/posts/pfbid0AiP84rJKwUJAVaVpu8Z5g3Fh9rdH3L9a4nAdemesPRg7YzCXTXr8Ee6daPTs96Rdl
bottom of page